4 de fevereiro de 2011

Quer mesmo saber o que eu penso?




Você quer mesmo saber o que eu sou?

Você agüentaria conhecer minha verdade? Pois tome, Prove, Sinta, Eu tenho preguiça de quem não comete erros. Tenho profundo sono de quem prefere o morno. Eu gosto do risco. Dos que arriscam. Tenho admiração nata por quem segue o coração. Eu acredito nas pessoas livres. Liberdade de ser. Coragem boa de se mostrar. Dar a cara à tapa! Ser louca, estranha, linda, chata! Eu sou assim. Tenho um milhão de defeitos. Sou volúvel. Tenho uma tpm horrível. Sou viciada em gente. Adoro ficar sozinha. Mas eu vivo para sentir. Por isso, eu te peço. Me provoque. Me beije a boca. Me desafie. Me tire do sério. Me tire do tédio. Vire meu mundo do avesso! Mas, pelo amor de Deus, me faça sentir... Um beliscãozinho que for.. me dê. Eu quero rir até a barriga doer. Chorar e ficar com cara de sapo. Este é o meu alimento: palavras para uma alma com fome. Meu coração é minha razão. Essa é a lógica que inventei pra mim..

Acerca de mim

Eu

4 comentários:

Larissa Chagas disse...

gostei do post *-*
seguindo aqui, segue lá tbm : http://believe-s.blogspot.com/

beijos e sucesso :*

A.S. disse...

Querida Alma!

A vida é para ser vivida intensamente, desfrutar todos os prazeres, fantasias e emoções que a vida nos pode dar. Correr todos os riscos, porque só o prazer do risco nos empolga. Beijar uma boca no limite da loucura... porque quem assim não vive, apenas existe!
As mais belas flores nascem junto dos abismos!!!


Beijos!
AL

Yohana SanFer disse...

Adoroooo!

"Meu coração é minha razão. Essa é a lógica que inventei pra mim..."

belo post memiga!

Bell disse...

oieee

seguindo seu blog ta fofo seu cantinho.

bjokas na pontinha do nariz =)